quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Mini cachorros-quentes de festa

Sabe aquele gostinho de festa de criança? Minha mãe me ensinou esse cachorro-quente e ela sempre leva nas festinhas da família. Essa é receitinha ridículamente fácil, mas o Leo insistiu para que eu postasse então aí vai.

Mini cachorro-quente

Rendimento: bastante!! Uns cinquenta, sessenta pãezinhos

Ingredientes:

- 6 tomates (eu uso o italiano - em Fortaleza, tomate-cajá) picados
- 1 cebola e meia picadinha
- 5 dentes de alho
- 1 terço de um pimentão graúdo verde (se eu tenho de outras cores, também coloco)
- 1 caixa de 500 ml de extrato de tomate
- 1 caixa de creme de leite
- margarina para refogar
- sal a gosto
- dois pacotes de salsicha tradicional
- o quanto baste de mini cachorros-quentes (geramente bem fácil de achar - pra quem mora em Fortaleza, minha mãe quando vai fazer em grandes quantidades encomenda na padaria Glacê, na rua Osvaldo Cruz quase esquina com Santos Dumont)

Preparo:

Coloque as salsichas para cozinhar. Quando aparecerem umas listras nas salsichas, retire do fogo e escorra num escorredor de macarrão. Espere esfriar e corte em cubinhos. Reserve.
Esquente a margarina numa panela grande e coloque a cebola e o alho para refogar. Deixe por uns cinco minutos. Nessa hora, se você tem os seus temperos favoritos, caldos, realçador de sabor, pode colocar. Coloque o tomate e o pimentão picados e deixe soltar a água. Eles vão começar a murchar. Coloque o extrato de tomate e deixe cozinhar por uns 10 minutos. Prove. Se você achar concentrado demais, pode colocar um pouco de água, mas não se preocupe ainda. Desligue o fogo e leve o molho ao liquidificador. (Eu particularmente gosto de comer com os pedacinhos de verdura, mas geralmente criança não e o gostinho de festa vem mesmo dessa batidinha, então vai com fé). Dessa vez eu coloquei cerca de três terços para bater e deixei ainda um pouquinho de verdura inteira. Volte ao fogo e coloque o creme de leite. Sem deixar ferver, coloque a salsicha e deixe cozinhe por uns dois minutinhos. Pronto. O molho fica melhor de um dia pro outro, mas se for rechear os pãezinhos no mesmo dia, deixe descansar por pelo menos duas horas.

Corte os quadrados de papel alumínio e embrulhe. Na hora de servir, esquente no forno.

12 comentários:

margot disse...

E a boca cheia d'água, mesmo tendo acabado de almoçar...

Leo disse...

O VERDADEIRO CACHORRO QUENTE DE FESTA. Os mais deliciosos, os mais nostálgicos. Pena que esses aí já se foram.

Luciana Macêdo disse...

Ótimos para os lanches do final de semana, quando a cozinha já está fechada. Deixa tudo pronto e depois é só esquentar.
Bjs!

Luciana Macêdo disse...

Bia eu usei o fermento biológico, mas o seco para pão também da certo.
Obrigado pela visita.
Bjs!

Eliana Scaramal disse...

Dica nota mil! Adorei!

Lingualguma disse...

Inacreditáveis!

Georgia Santiago disse...

eeee precisava mesmo postar essa receita! Vou pedir pra mamae fazer pra mim. Um xero Bia.

bruna_tour disse...

Vi essa foto e nao resisti, no mesmo dia fiz a receita e ficou FANTASTICO!!! Amei a dica, Bia!

Anônimo disse...

Não sei se foi você ou o Leo que salvaram a pátria, mas essa receita parece ser uma maravilha. E pra criañça, então.. humm!!
Estava desesperada por uma receita boa de cachorro quente para a festa do meu filho e vai ser essa! valeuu!!
camila

Psylica disse...

muto boa a receita já fiz em 2 aniversários e todosadoraram.
Podem fazer recomendo.

Psylica disse...

muto boa a receita já fiz em 2 aniversários e todosadoraram.
Podem fazer recomendo.

JANAINA DE RONDONIA disse...

NOSSA
QUE DELICIA ESSA RECEITA SALVOU MINHA FESTINHA
OBRIGADA!!!!!!!!AMEI MUITOOOOOOOOO