quarta-feira, 19 de março de 2008

Bacalhau desfiado do Bar Espírito Santo

Bom, o último post foi uma carne para nos despedirmos do carnaval e da quaresma. Afinal, ainda há quem siga a tradição de comer cordeiro no domingo de Páscoa. Mas existem os radicais, que gostam mesmo é de só comer peixe na Semana Santa. Então segue uma receita de bacalhau facílima de fazer e muito gostosa. Digamos que é um Trivial enfeitado, ou um Nem Tanto de araque. Indefinições à parte, é uma delícia e qualquer um consegue fazer.

Para quem conhece o bar e restaurante português Espírito Santo, aqui em Sampa, este prato não é novidade. É um ótimo lugar, com bom chope, ótimas entradas e pratos maravilhosos. Gostamos tanto deste bacalhau que resolvemos fazer uma pequena homenagem. Deixo claro que a receita é inspirada no que conseguimos decifrar, saboreando o prato no restaurante.


Dificuldade: muito, muito fácil
Rendimento: 4 pessoas

Ingredientes
500 g de bacalhau desfiado (de boa qualidade)
1 cebola grande
1 colher de sopa rasa de açúcar cristal
4 batatas grandes
4 colheres de sopa cheias de azeitonas fatiadas
3 ovos
2 folhas de louro
Manteiga
Salsa
Pimenta do reino
Sal
Azeite

Cebolas caramelizadas
Corte uma cebola em rodelas bem finas. Frite em uma frigideira com azeite ou manteiga. Quando estiverem transparentes, polvilhe um pouco de açúcar cristal por cima e continue mexendo até que fiquem bem douradas. Reserve.

Bacalhau
Dessalge copletamente o bacalhau, deixando-o de molho em uma vasilha e trocando a água de hora em hora. Umas 3 ou 4 “mudas” de água geralmente bastam. Em uma panela, ferva água suficiente para cobrir o bacalhau que está na vasilha. Cubra o bacalhau com a água fervente, junte as folhas de louro e tampe, deixando por 30 minutos. Passado este tempo, escorra a água da vasilha e espere o bacalhau amornar. Eu não costumo usar a técnica do pano de prato para desfiar. Se o peixe for de boa qualidade, dá para desfiar com as próprias mãos.

Frite os ovos com um pouco de azeite e sal, mexendo bastante. Acrescente o bacalhau, as azeitonas e a salsa picada. Por, junte a cebola caramelizada e misture tudo, regando com bastante azeite. Se quiser, reserve umas cebolas para jogar por cima na montagem do prato.

Batatas
Fatie as batatas em rodelas de aproximadamente 1 cm de largura e coloque para cozinhar em água com sal. Eu às vezes costumo colocar um pouco de caldo de carne junto, para dar gosto nas batatas, mas só água e sal bastam.

Quanto estiverem bem cozidas, coloque-as em uma assadeira, pincele com manteiga e tempere com pimenta do reino. Leve ao forno bem quente até que fiquem douradas.

Coloque umas 3 ou 4 batatas formando um círculo no fundo do prato e coloque o bacalhau por cima. Se quiser, use um ramequim ou anel de molde. Regue com azeite e bom almoço.

PS: Este prato foi feito por mim e pela Bia.

5 comentários:

Fabrícia disse...

Fácil e chiquetérrimo.
Anotada.
Bjs

Marco Bezerra disse...

Porra seu filho da puta. Eu aqui na alemanha e tu me faz um blog só de comida boa. E a saudade que eu estou de comer um rango desses? É tortura com teu amigo gaúcho? To morrendo aqui comendo wurzt.

Abraço. Saudades tuas. Quando cansar daqui do frio vou passar uma temporada na tua terra

Leo disse...

Fala Marcão. Desculpa, hahahah. Quando você vier a Sampa, eu preparo um rango desses pra você e a Lizzy. Abração cara.

Marcia disse...

Gostei! Bj

Dadivosa disse...

Leo, gostei muito da receita e mais ainda do seu blog. Obrigada pela visita e pelo comentário no Dadivosa :)
Também faço meus experimentos à noite, aí fica mais difícil acertar nas fotos, né?